Ufc112: Anderson Silva mantém o cinturão

O brasileiro Anderson Silva confirmou a supremacia, neste sábado, no peso médio do Ultimate Fighting Championship (UFC) ao vencer o compatriota Demian Maia em decisão unânime dos juízes.

Por outro lado, o brasileiro, que chegou a dez vitórias consecutivas no evento e manteve o cinturão da categoria, não foi aprovado pelo público da edição 112 do UFC, realizada pela primeira vez em Abu Dhabi. Diante do domínio absoluto nos dois primeiros rounds, Silva diminuiu o ritmo nos três seguintes e foi vaiado.

Na surpresa do dia, BJ Penn perdeu o cinturão em uma luta de cinco rounds contra Frankie Edgar. Nos dois primeiros rounds, o equilíbrio predominou. No terceiro em diante, Edgar tomou o controle da luta, conseguiu boas quedas contra o havaiano e foi consagrado em decisão unânime dos jurados (50/45, 48/47, 49/46).

Outro brasileiro a entrar em ação no octógono, o veterano Renzo Gracie não teve uma boa estreia no UFC. O membro da família pioneira do jiu-jitsu perdeu fôlego durante a luta contra o ex-campeão Matt Hughes e foi derrotado por nocaute técnico no minuto final do terceiro round após uma sequencia de golpes do oponente.

Uma luta antes, no peso leve, Rafael dos Anjos conseguiu a primeira vitória brasileira na noite após finalizar o inglês Terry Itim com uma chave de braço no segundo round. Na luta que abriu o card principal, o americano Kendall Grove nocauteou o compatriota Mark Muñoz no segundo round.
fonte: terra

Comentários