Brasil domina e termina UFC Rio com uma derrota

O UFC Rio, neste sábado, foi uma noite de domínio do Brasil diante do resto do mundo. Das 12 lutas, oito reuniram brasileiros contra estrangeiros, com um placar de 7 a 1 para os lutadores nacionais. Outro três combates tiveram Brasil x Brasil. Neste 27 de agosto, em que o Ultimate Fighting Championship retornou ao Brasil após a distante edição em São Paulo, em 1998, o Brasil levou 10 das 12 lutas.
Na principal , Anderson Silva manteve o cinturão dos médios ao nocautear o japonês Yushin Okami. Foi a nona defesa bem sucedido do título. A única derrota brasileira para estrangeiro foi a de Luiz Cane, o Banha, que levou nocaute do búlgaro Stanilav Nedkov.
Card principal 
Anderson Silva (BRA) venceu Yushin Okami (JAP) – nocaute técnico
Maurício “Shogun” Rua (BRA) venceu Forrest Griffin (EUA) – nocaute técnico
Edson Barboza (BRA) venceu Ross Pearson (ING) – decisão dividida por pontos (Barboza 29 a 28 e 29 a 28 e Pearson 29 a 28)
Rodrigo Minotauro (BRA) venceu Brendan Schaub (EUA) – nocaute técnico
Stanislav Nedkov (BUL) venceu Luiz Cane (BRA) – nocaute técnico
Card preliminar
Thiago Tavares (BRA) venceu Spencer Fisher (EUA) – nocaute técnico
Rousimar “Toquinho” Palhares (BRA) venceu Dan Miller (EUA) – decisão unânime por pontos (29 a 27, 30 a 27 e 30 a 25)
Paulo Thiago (BRA) venceu David Mitchell (EUA) – decisão unânime por pontos (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
Raphael Assunção (BRA) venceu Johnny Eduardo (BRA) – decisão unânime por pontos (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
Erick Silva (BRA) venceu Luis “Beição” Ramos (BRA) – nocaute técnico
Yuri “Marajó” (BRA) venceu Felipe “Sertanejo” Arantes (BRA) - decisão unânime por pontos (30 a 27, 30 a 27 e 29 a 28)
Yves Jabouin (CAN) venceu Ian Loveland (EUA) – decisão dividida por pontos (30 a 27 Loveland e 29 a 28 e 29 a 28 Jabouin)
fonte:globo.com

Comentários