UFC 135: Rampage Acusa estar sendo espionado

A pouco mais de três semanas para a próxima disputa de cinturão no UFC 135, (24 de setembro), na categoria meio-pesado (até 93kg), o desafiante Quinton Rampage Jackson acusou formalmente o campeão Jon Jones de espionagem.

informação foi divulgada em primeira mão pelo colunista Kevin Lole, do Yahoo! norte-americano no começo da semana, e o caso rapidamente ecoou pelo mundo do MMA.
Conhecido pelo temperamento explosivo e a língua solta, Rampage relatou que desconfiava de 'espião' infiltrado entre os parceiros de treinamento por alguns indícios. Para comprovar o fato, o lutador fingiu uma contusão na mão e contou apenas para o suspeito que provavelmente seria forçado a abandonar o combate.
Pouco depois, Rampage recebeu ligação do matchmaker (profissional que cuida da confirmação e montagem das lutas) Joe Silva para perguntar se a contusão era verdadeira.
"Como souberam tão rápido? Não estava na internet, nem em p... nenhuma. Estava todo mundo no Brasil (para o UFC Rio). Das duas, uma Ou realmente há um espião infiltrado em minha equipe, ou eles são idiotas demais por não saberem usar a informação devidamente. Correram e contaram para Joe Silva, que entrou em contato com meu empresário", disparou o atleta.
"Eu não estou nem aí para o que Jon Jones vai fazer ou qualquer que seja sua tática mirabolante para esta luta. Eu não fico com bobagens, apenas vou lá e luto para valer. Não fico com perguntas ou tentativas de descobrir alguma coisa. Eu sequer analiso vídeos de combates passados", emendou Rampage.
Ao saber do fato, Jon Jones logo tentou esclarecer o imbróglio via Twitter: 
"Como todos sabem, não sou o tipo de pessoa que busca atalhos na vida. Ao contrário de você (Rampage), não estou no MMA apenas pelo dinheiro", postou o campeão no microblog. "Este esporte é meu modo de vida e nunca desrespeitarei a integridade disso. O que você tem é apenas carma ruim, e nada mais", completou.
fonte:yahoo

Comentários