Header Ads

Belfort nocauteia Hendo


A trajetória recente de Vitor Belfort tem sido marcada por vitórias contundentes. Desde o nocaute sofrido contra Anderson Silva, o Fenômeno enfileirou adversários. A exceção foi a disputa de cinturão dos meio-pesados, contra Jon Jones. Neste sábado, o brasileiro mostrou - mais uma vez - que merece ter nova chance de desafiar o campeão dos médios. E desta vez, terá, como já assegurou o presidente do Ultimate, Dana White. Em Goiânia, contra Dan Henderson, ele decretou a terceira derrota seguida ao americano, por nocaute, o primeiro sofrido por ele, aos 1m17s, do primeiro round.

Após a histórica vitória, ele aguarda o vencedor da revanche entre Chris Weidman e Anderson Silva, que será disputada dia 28 de dezembro, no UFC 168, em Las Vegas.

A torcida cantava "olê, olê, olê, Vitor, Vitor", mas o primeiro minuto foi de nenhuma ação. Os lutadores se estudavam. Quando Dan Henderson partiu para cima, sequer pôde saber de onde partiu o soco de Vitor Belfort. O americano já caiu mal. Tentou fechar a guarda, Vitor saiu e ele tentou se levantar. Foi a deixa para levar o golpe final. Um chute e o primeiro nocaute da carreira de Hendo. Festa dos torcedores na Arena Goiânia, que cantavam que "o campeão voltou".

Confira os resultados do UFC: Belfort x Henderson

Vitor Belfort venceu Dan Henderson por nocaute a 1m17s do round 1
Cezar Mutante venceu Daniel Sarafian por decisão dividida (28 a 29, 30 a 27 e 30 a 28)
Rafael Feijão venceu Igor Pokrajac por nocaute técnico (desistência) a 1m18s do round 1
Brandon Thatch venceu Paulo Thiago por nocaute técnico (desistência) aos 2m10s do round 1
Ryan LaFlare venceu Santiago Ponzinibbio por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
Jeremy Stephens venceu Rony Jason por nocaute aos 40s do round 1
Sam Sicilia venceu Godofredo Pepey por nocaute técnico a 1m42s do round 1
Omari Akhmedov venceu Thiago Bodão por nocaute aos 3m31s do round 1
Thiago Tavares venceu Justin Salas por finalização (mata-leão) aos 2m38s do round 1
Adriano Martins venceu Daron Cruickshank por finalização (kimura) aos 2m49s do round 2
Dustin Ortiz venceu José Maria No Chance por nocaute técnico aos 3m19s do round 3
Tecnologia do Blogger.