domingo, 17 de novembro de 2013

GSP mantém cinturão em decisão polêmica



Johny Hendricks conseguiu botar em jogo uma estratégia perfeita na noite deste sábado: usou sua mão pesada para castigar principalmente o rosto de Georges St-Pierre e frustrou o reconhecidamente efetivo wrestling do canadense durante quase toda a luta. Ao soar o gongo final, sorriu, gritou e comemorou com a convicção de quem havia vencido. Não só ele, como a grande maioria do público também acreditou nisso. Mas o americano não conseguiu convencer a maioria dos jurados, que deram o triunfo a GSP por decisão dividida (48 a 47, 47 a 48 e 48 a 47), para a surpresa geral no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, no evento principal do UFC 167. A torcida de St-Pierre, maioria no ginásio, vibrou muito, e foi surpreendida novamente quando o ainda campeão dos meio-médios (até 77kg) anunciou que vai dar uma pausa na carreira.

- Preciso dar um tempo um pouco, tenho algumas questões pessoais para resolver, e quero agradecer ao UFC por tudo. Agora preciso dar um tempo, acabei de apanhar muito, e tenho que pensar um pouco antes de decidir isso - disse GSP, sem deixar claro se a pausa significava aposentadoria.