'Faltou preparo emocional para as meninas'

O Maracanãzinho pareceu não entender o que estava acontecendo na tarde desta quinta-feira. Nas arquibancadas quase lotadas, os torcedores não entendiam como as meninas da seleção brasileira de vôlei conseguiram perder, mais uma vez, para as eternas rivais cubanas. E pior, em pleno Rio de Janeiro. O que realmente faltou? Para o psicólogo João Cozac, diretor da associação paulista de psicologia esportiva, o abalo emocional determinou o resultado.

- Faltou preparo emocional, o que as cubanas têm de sobra. Em Cuba, os atletas recebem preparação esportiva desde a base. A preparação psicológica tem que ser feita no clube. Os treinadores devem parar de achar que são psicólogos - afirma Cozac, por telefone, ao GLOBOESPORTE.COM.

Confira o set Decisivo:

Fonte:globo.com

Tags: , , , ,

Comentários